Dia do Pai

0
Sei bem que estes dias são desconfortáveis para muitas pessoas. Há anos que ouço as mais variadas explicações e justificações para que não seja celebrado com o desejado sentimento de amor no coração;
  • O meu pai estava muito ausente
  • O meu pai era violento e batia-me
  • O meu pai batia na minha mãe
  • O meu pai bebia muito
  • O meu pai já partiu
  • O meu pai foi embora e teve outros filhos
  • O meu pai abandonou-me
  • O meu pai era toxicodependente
  • O meu pai era autoritário
  • O meu pai exigia de mim a perfeição
  • O meu pai gastou todo o dinheiro da família
  • O meu pai sofria de depressão
  • Nunca conheci o meu pai
  • O meu pai estava sempre a trabalhar
Mas se ainda não sabemos ler o Sol, Marte e Saturno no nosso mapa natal e se a ignorância sobre as razões que nos levaram a escolher aquele pai ainda nos levam a julgá-lo e a sentirmo-nos vítimas dos seus actos e escolhas, é sinal de que ainda não conquistámos o nosso equilíbrio interior, ainda não nos pacificámos com a nossa história, ainda estamos a negar a nossa ancestralidade, ainda não percebemos a enorme lição que se esconde por trás deste encontro Karmico com o pai.
Embora o dia de hoje seja dedicado ao Pai, o mesmo vale para a Mãe pois Sol e Lua são a nossa Essência no nosso mapa, e precisamos de ambos para relembrar o enorme trabalho de transformação da vida presente.
A dor que vejo na maior parte das histórias nasce na maioria dos casos, desta ignorância, de não percebermos qual o real papel do pai, da expectativa ilusória de esperar do pai, o pai perfeito e da dor de perceber que ele não é o pai perfeito.
A cura não passa pela simples capacidade de “perdoar” seja lá o que for que ele tenha feito de negativo, mas muito mais de ENTENDER porque as Leis do Karma e a Lei da Atração trouxeram à nossa realidade aquela pessoa com aqueles características.
Precisamos lembrar que as Leis do Universo foram criadas numa fonte de Amor, Equilíbrio, Justiça, Harmonia e Ordem Superior. Infelizmente a lei dos homens afastou-se dessas leis, levando-nos a viver num profundo desconhecimento das mesmas, a alimentar sentimentos de injustiça, revolta, culpa e comportamentos de vitimização e julgamento perante aquilo que não entendemos.
Posso assegurar que o trabalho de terapia e a leitura do mapa astrológico Karmico conseguem dar entendimento às dinâmicas de cada um, dão resposta os eternos “porquês”, ajudam a curar as feridas que ficaram da infância, possibilitam perceber como transferimos o “padrão” do pai para outros homens da nossa vida, convidam-nos a sarar essa padrão de forma a que ele não sobreviva para as gerações futuras.
Condições essenciais ao processo de cura;
  • Abrir a mente e deixar ir todas as ideias, julgamentos, emoções e crenças limitadoras sobre a própria história e sobre o pai.
  • Permitir que uma nova visão da realidade mostre os laços karmicos que antes não se conseguiam ver e que serão então a ponte para a aceitação, pacificação e cura.
Ainda neste mês de Peixes, poderemos usufruir do convite de compaixão, aceitação e busca de entendimento do enredo Karmico que nos liga ao pai, aproveitemos por isso esta energia disponível. Na companhia física, emocional ou apenas espiritual, que este dia do Pai seja vivido em Paz e Amor por todos
Se queres conhecer mais sobre a tua história Karmica e ligação ao Pai e Mãe, envia um email com os teus dados de nascimento completos com cidade e hora incluídas para veraluz@veraluz.pt
Bem hajam!
Vera Luz
Image by skalekar1992 from Pixabay
Partilhe =)

Sobre o autor

Deixa um comentário

*

code