O campo da Magia*

0

Não são poucos os que desabafam que quando se sentirem melhor, fazem mudanças!
Há ainda uma resistência muito grande à ideia de que são precisamente as mudanças positivas e essenciais ao processo de evolução que nos levam a sentirmo-nos bem. Que o facto de nos sentirmos mal nada mais é do que o sinal* que precisamos para dar início às ditas mudanças.

E enquanto as mudanças não acontecem, prolongam os estados disfuncionais, densificam as emoções da dor, medicam-se para ignorar os estados depressivos, projetam culpas em tudo e todos à sua volta, sempre à espera do dia mágico em que acordam e a mudança aconteceu por milagre de fora para dentro.

Será o patrão que um dia se torna uma pessoa justa e reconhecer o meu valor?
Será o meu companheiro que finalmente se tornou a pessoa sensível e doce que eu sempre quis?
Serão os meus filhos que ganharam a tão ansiada responsabilidade?
Ou os pais que reconhecem as dores que me fizeram sentir?
Ou será a promoção, emprego de sonho, as férias exóticas, o diploma, o bebé esperado?………..?

Infelizmente a maioria assim vive.
E por uma razão comum a todos; Ignorância quanto ao processo de evolução espiritual que acontece em paralelo com a nossa viagem social pelo mundo.

Ninguém nos ensinou a viver…

E se achamos mesmo que viver é o jogo da macaca diário que nos prende entre emprego / família / supermercado / amigos então é porque de facto estamos a viver a mais profunda crise existencial de não sabermos quem somos ou o que estamos cá a fazer. A depressão, a falta de amor próprio e a violência são apenas sintomas dessa crise que embora tenha cura, depende do próprio para acontecer.

Mas se a realidade do mundo é deprimente por um lado, principalmente para os que ainda vivem conformadamente ignorantes, ela começa a ser maravilhosamente extraordinária para os inconformados que devido ao seu espírito rebelde, saem das suas zonas de conforto e acabam por encontrar as suas respostas.

Nada tem a ver com sorte ou azar. Mas sim com o atrevimento de sair da zona de conforto em busca de algo melhor.

Os Orientais diziam que “quando o Discípulo está pronto o Mestre aparece.”

Este fenómeno desenvolvido no trabalho de Joseph Campbell na viagem do herói mostra que a magia acontece e as respostas surgem aos que se mantêm em movimento. Aos inconformados que não desistem de atingir o estado de magia interna. Aos que ouvem o chamado de cumprirem a sua história. Aos que respondem com coragem ao convite de saírem da zona de conforto para ir atrás do seu tesouro pessoal.

Essa viagem no mundo material pode passar por livros, cursos, filmes, conversas, convites, viagens, encontros, etc. O truque está em sair da zona de conforto seja ela física, mental, ideológica, emocional, relacional ou geográfica.

Se queres saber mais sobre a tua história e o que significa para ti pessoalmente “sair da zona de conforto” de acordo com a tua proposta individual, marca a tua consulta neste link;

Consultas

Partilhe =)

Sobre o autor

Deixa um comentário

*

code