Saturno – Juiz do Karma

0

Tudo o que nos dói, tem um peso Karmico.

– E o que é que é isso de peso Karmico?

É algo que está na nossa vibração, quer queiramos ou não. É algo que esconde aprendizagens que ainda não foram feitas. É um convite à responsabilização pessoal por algo que não tínhamos ainda tido consciência.

– E porque o Karma precisa de doer tanto?

Porque essa é a forma que o Universo encontrou de mostrar a cada um a dor que um dia causaram. Por isso é chamada de Justiça Divina.

– Mas eu nunca fiz mal a ninguém e já fui vítima de muita violência.

A palavra vítima está muito mal explicada principalmente porque não leva em conta que a Lei do karma vai rodando de vida para vida. Hoje já podes ter conquistado bons valores e consciência do Amor, mas a Lei da Polaridade diz que a viagem pela Terra implica a experiência dos dois polos de uma vida para outra. Experienciar o lugar do abusador e do abusado é o que nos irá permitir sentir tudo ao limite até que algures no tempo possamos entender e escolher que o caminho do Amor é o do meio. Ou seja, nem ser o abusador nem ser o abusado.

– Como posso então “limpar” o meu Karma, libertar-me desta roda?

Nunca fugindo, condenando ou rejeitando de forma violenta o que a ti chega. Resistindo a todo o custo o papel de vítima. Procurando entender a tua história Karmica e como um dia, mais ou menos consciente, co-criaste esses eventos.
De forma mais pro-activa, sendo humilde, aceitando (não carregar ou suportar!) lidar e pacificar o desafio, elevando a tua vibração através da compaixão, procurando entendimento espiritual e responsabilização por essas energias.

Saturno é o Mestre, é o Juiz, é quem sabe melhor do que nós mesmos, que dívidas e aprendizagens trazemos por fazer.
Resta-nos confiar que ele trará à nossa vida, única e apenas aquilo que a nós pertence.
Quando não percebemos estas dinâmicas invisÍveis, tendemos a fugir, julgar, acusar ou criticar esses mesmos eventos, pessoas ou circunstâncias. Tentamos em vão que Jupiter nos abençoe e nos traga oportunidades, mas sem sucesso.
Por isso mesmo, a dor que sentimos, o peso destes eventos é representada nos seus anéis propositadamente limitadores, condicionadores, pesados e frustrantes, que nos cansarão o ego e todos os seus esquemas de sobrevivência, e que permitirão pelo cansaço e rendição, que a Alma faça então o seu trabalho de integração, de aceitação e cura emocional e espiritual relacionada com os eventos em questão.

Depois de feita a cura e integração, sentiremos alívio e leveza. Os anéis foram erguidos e foi-nos concedida a libertação de Urano que há muito ansiávamos. O Mestre irá tornar-nos Cavaleiros merecedores da superação, Mestres na área de vida e energia assinalada no nosso mapa. Jupiter pode finalmente trazer oportunidades e levar-nos para novos e mais belos territórios. Plutão restaurou mais um pouco do nosso Poder Pessoal.

Bem Hajam! ☯️
Vera Luz

 

Imagem by Pixabay

Partilhe =)

Sobre o autor

Deixa um comentário

*

code