Segurança = medo vs Liberdade = Amor

0

Nunca antes foi tão importante manter a consciência da Liberdade.

Para os que ainda vibram no medo, a liberdade não tem valor nenhum e é facilmente vendida e cedida a troco de uma ilusória segurança, trazida sempre por um benevolente lobo em pele de ovelha.

Quem preza a liberdade, e para quem a liberdade é sinónimo de Vida, alegria, respeito, amor, fé e tantos outros valores nobres, o medo não é sequer assunto de conversa e jamais critério de escolha alguma!

Por ser um valor humano, nobre, superior, coube sempre aos heróis e corajosos da história defendê-la em momentos em que a maioria a cede facilmente através de, já antes usados na história, jogos psicológicos de medo e abusos totalitários das figuras de autoridade que “apenas querem o nosso bem”.

Quem estudou a história e aprendeu algo com ela, está preparado para reconhecer estes padrões geracionais e a reconhecer quando os vemos a repetirem-se. Quem compreendeu a história sabe intuitivamente quem eram os “bons e os maus” e como facilmente confundimos uns com os outros.

Lembremo-nos então que também nós estamos a fazer história. Que um dia alguém falará dos tempos actuais, e tal como no passado, haverão os ingénuos e os aproveitadores. Os heróis e os cobardes. Os conscientes e os inconscientes. Os que se submeteram ao medo e os que se mantiveram fiéis aos valores da coragem e liberdade.

Dos fracos não reza a história diz o ditado e todos conhecemos bem alguns dos corajosos da história, e que, graças a eles tivemos, até há dois anos atrás, liberdade, constituição, leis e outras regalias que tomámos por garantidas e que entretanto cedemos de mão beijada.
Como se sentirão esses heróis a ver as suas lutas não serem respeitadas e defendidas, a ver a cobardia em que vivemos…

Temos hoje um exemplo fantástico de porque a escola e ensino é inútil, de como adormece mentes em vez de incentivar o poder pessoal, de mantém o povo ignorante no que toca a leis e direitos, como nos faz acreditar que obediência é sinal de responsabilidade 🙄
Não, não é! E muito menos quando o ordenador tem traços de psicopata.

A pergunta que se coloca no momento não é se vivemos ou morremos pois para quem se esqueceu, nascer, viver e morrer é o obrigatório para todos!
A pergunta é COMO irás viver?
Quem queres ser?
Por que valores nobres te reges?
Quanta coragem tens para ser diferente?
Que poder tem ainda o medo na tua vida?
Quantas das tuas escolhas são a seguir vozes externas amedrontadas?
Quanto do teu tempo é para seguires a tua Alma e o que só a ti te faz sentido?

Algures lá à frente, os nossos netos e bisnetos quererão saber que sangue herdaram? Que sociedade lhes entregámos e espero que cada um tenha a consciência alerta do seu poder pessoal e de como está a usá-lo no momento.

Aproveito para deixar um video que resume bem o que se passa no mundo, disfarçado de Pandemia

Que Viver e Evoluir sejam sempre o teu propósito e o Amor o critério de escolha 💝
Bem hajas! ✨
Vera Luz

Imagem Pixabay evening-sun-2383966_1920

Partilhe =)

Sobre o autor

Deixa um comentário

*

code