Testemunhos

“”Querida Vera…Aqui estou eu novamente, terminando de ler o seu livro, Do Drama para o Dharma, mas com uma vontade ENORME de te escrever e dizer que este livro é realmente uma jóia rara! Que eu me sinto particularmente envolvida com as emoções da Sara…tão parecidas com as minhas…E que apesar de algumas diferenças, de lugar e pessoas,são tão idênticas… Ao entrar em contato com você aqui no Facebook pela primeira vez, eu logo senti uma energia familiar, de longa data…Na hora eu achei que fosse por você se parecer com uma grande amiga minha, depois eu vi que não, que era realmente pela sintonia mesmo…E eu sei que quando as pessoas entram na nossa vida, algo vamos dar e aprender com elas…A vida está me dando, através do seu livro, a oportunidade de rever o que passei com o meu próprio divórcio, onde deixou marcas na minha alma sensível,mas que me tornei bem melhor do que era antes, assim como a Sara…E através da sua sensibilidade feminina em escrever esse tesouro, eu estou assim me curando de tudo que ainda tenho guardado em mim…Eu queria lhe dizer que esse é um livro que toda mulher deveria ler! É a pura alma feminina, com todos os seus medos, ansêios, descobertas, inseguranças e também com a coragem e força de uma leoa quando preciso…Tive que rir no trecho em que falas dá dificuldade que tens com o país onde moro, a Alemanha…Rs Não pude deixar de rir com a sincronicidade…Bom querida…Espero um dia poder te dar um abraço bem apertado de agradecimento por esta bela obra, pelas lindas cartas que abro todos os dias, sempre tão certeiras…Rs E enquanto isso, receba o meu abraço de longe…Em eterna gratidão… Monique”XX”
“Olá Vera,
Como está?
O seu site é a razão principal deste e-mail:
Um grande Uau para o site!!!!
Tem imensas coisas novas. O número de artigos cresceu exponencialmente. Estive a ler os que me chamaram mais à atenção (Chega de pensamentos negativos foi o primeiro íman… ) e estou revigorada.
Estava mesmo a precisar!! Hoje foi dia “não” e tive que sair do trabalho mais cedo porque me estava a sentir atolada em energia negativa.
Quero lhe dizer que o seu site é uma enorme tentação!!! Mergulho nos artigos, passeio pelo tarot, pelas ferramentas, etc,etc, esquecendo completamente o que estava a fazer antes. Pior, é que depois não me apetece retomar, até porque fico muito zen. Mas também acabo sempre por chegar à conclusão que precisava de lá ir buscar respostas para poder continuar e avançar, ou que precisava de conforto e de uma forma de transformar pensamentos negativos em positivos.
Acaba por funcionar como um refúgio onde sei que encontro explicação para a situação do momento ou para o que estou a sentir, mas também onde encontro motivação, esperança e força para continuar. Fico sempre muito bem e por vezes a dormir. Tem uma energia ótima!!
Bom, já lhe disse um olá, manifestei a minha agradável surpresa perante tantos artigos novos e com tanto para aprender, já lhe disse o quanto fico bem quando vou consultar o seu site e agora vou tentar voltar à minha vida..
Muito obrigada querida Vera e muitos parabéns pelo excelente e útil trabalho que desenvolve. Continue por favor, porque precisamos muito dele
Com um grande, grande beijo, até sempre
XX”
“Bom dia Vera
Sei que deve de ter muitos e-mail’s, solicitações e mensagens e dentro dessas centenas de e-mail’s que recebe, mesmo assim quero escrever-lhe estas palavras. Não sei as vai ler, tão pouco se verá o meu e-mail mas, mesmo assim tenho de o fazer pois, o meu coração assim o pede.

Há uns tempos atrás não muito distantes, eu sofria de medos sem explicação, medo de perder, de não receber o amor, de não ser amada. Este ano por algumas circunstancias , sofri uma transformação, um clique que me fez viver nas nuvens e com as nuvens, deliciosamente desfrutei desses momentos que, se mantêm graças a SI…Por isso o meu agradecimento eterno, sentido pelo meu coração e alma.

Durante todos estes anos desde muito nova li muitos e muitos livros sobre a existência, a vida, a alma, a reencarnação pois, possivelmente pela morte do meu pai foi um assunto que sempre me fascinou, e incutiu em mim sempre o sentimento de que havia algo mais do que a vida física. Por isso, nunca fui uma pessoa apegada a coisas materiais, o apego que sentia vejo, agora, era pelo medo de perder a/as pessoas que amava e gostava e por isso apeguei-me sempre muito aos relacionamentos.
Vera apesar de ter lido muitos muitos livros desde Lobsang Rampa, Alan Kardek, Deepak Chopra, Rhonda Byrne, James Van Praagh, os livros que mais me ajudaram a manter o clique e a perceber o que eu necessitava foram sem dúvida os seus “Regressão a Vidas Passadas” e “Do Drama para o Dharma”, este último ainda não acabei mas sinto-me fascinada pois, estou na parte em que Sara conheceu Ricky e prepara-se para ir à India. Não existe coincidências. Se o livro chegou às minhas mãos agora é porque é agora com 43 anos que posso dizer que o leio com a alma e o coração a transbordar de amor, felicidade e…não tenho palavras humanas para descrever.

Deixo aqui o meu profundo agradecimento por a Vera existir, por ter tido a oportunidade de chegar até mim as suas palavras em forma de livro, OBRIGADO OBRIGADO OBRIGADO

Estas palavras saíram do meu coração e, como já disse se for lida maravilha se não é porque não estava nas leis universais mas o importante é que escrevi o ditado do meu coração!

Momentos felizes, muita luz e Obrigado
Renata”

“Fui para a consulta sem criar expetativas sobre como iria ser, fiquei encantada com o à vontade que me colocas-te, apesar do meu jeito meio reservado.. Tens um forma de expor e mostrar ” os nossos maiores medos” de forma subtil e sem chocar. Após muita procura e informação que já tinha obtido, conseguiste chegar até ao meu coração e mostrar de uma forma muito “simplista” que a vida é muito mais simples de viver se conseguirmos estar atentos a todos os sinais que o universo nos envia. E sim, hj sei que sou a única responsável pela minha vida, mesmo em tudo de pior que já lhe aconteceu. E sim, a minha Força Interior que eu desconhecia ter fez-me superar tudo. Contudo, na nossa consulta também percebi que continuava a “querer ser uma árvore” por mero comodismo.. e também entendi que não nasci para ser árvore, terei que ganhar coragem para renascer das cinzas tal qual uma Fénix. Finalizando, há muito tempo que queria contatar-te e marcar consultas, mas acaba sempre por desistir…. curioso tê-lo feito precisamente no período da Pascóa, e entre os dois elipses que ocorreram.. é mais um sinal que a minha vida terá que renascer. Muito Obrigada Beijinho Grande C. Martins”
“Olá Vera. O meu nome é Maria e estou a entrar em contacto consigo porque preciso de ajuda para o meu filho. O comportamento dele na escola é péssimo, sempre distraído e na conversa, disturba o funcionamento da turma, enquanto os colegas respeitam o professor, ele não está nem aí, por vezesé agressivo com os colegas, é super desorganizado, é difícil fazê-lo trabalhar nos deveres escolares, temos sempre muitas queixas dele, no entanto é um miúdo muito inteligente, o professor diz que ele já está mais avançado que alguns colegas que chegaram antes dele. O problema é toda a sua agitação, inclusive no último ano letivo lá foi acompanhado pela psicóloga da escola, que lhe diagnosticou hiperatividade com défice de atenção, ja lhe fizemos o despiste em relação à dislexia.
O problema é que eu não sei como ajudá-lo, pois financeiramente não tenho poder para procurar um(a) terapeuta.
Pergunto: o que eu posso fazer por ele sem recorrer a ajuda de um terapeuta especializado? Peço desculpa por abordá-la assim, mas estou tentando fazer algo para ajudar o meu filho.Obrigada desde já pela sua atenção. Até já. Maria”

_____________________________

Maria, esse tipo de diagnóstico é infelizmente cada vez mais usado pelos psicólogos hoje em dia para justificar comportamentos que saem fora do controle que gostaríamos que os nossos filhos tivessem. Ou seja se a criança não se porta como QUEREMOS, ou como os “outros”, está doente! o que claro não é verdade……!
Mas eles não são assim por acaso!
As crianças que temos ao nosso cuidado trazem a proposta de evolução escondida e será então através dos comportamentos e atitudes deles que iremos perceber e sentir o que é que eles reflectem de mim e como escolho responder a isso.
Ao contrário de nós, dos nossos pais, avós e antecessores, as crianças da nova era vêem quebrar os antigos padrões de comportamento, crenças, regras familiares e sociais e desafiar principalmente os pais a adoptar novas maneiras de educar, viver e amar.
Salvo claro raríssimas excepções em que de facto se justifica apoio exterior ou até médico, não será a ajuda externa que irá mudar seja o que for mas sim uma nova atitude tua ou dos pais perante a criança. Ou seja, não o compares com os outros meninos, não lhe exijas comportamentos formatados, perfeitos, exigentes e “iguais” aos outros pois ele não é nem jamais irá ser igual a ninguém. Mais do que te focares nos defeitos e na frustração de ele não ser igual aos outros, foca-te sim no que ele tem de extraordinário, diferente, único e maravilhoso
O convite do espirito dele à vossa família é sem duvida o que todos os meninos Índigo trazem;
“AMA-ME INCONDICIONALMENTE!” e para fazermos isso, sabemos bem que temos que passar por uma enorme transformação interna tanto ao nível emocional como de crenças, valores, filosofias, etc…
ou seja, as fórmulas com que nós próprios fomos educados não vão funcionar neles e é isso mesmo que ele te está a mostrar com esses comportamentos.
Por isso em vez de o massacrares com remédios, terapias e o fazeres crer que há algo de errado com ele, considera que dentro dele há um espirito rebelde mas muito sábio que sabe muito bem o que está a fazer e não irá parar enquanto não atingir o seu objectivo;
mudar a vossa atitude no que toca a educar, amar, mostrar limites, capacidade de brincar, etc.
Há um livro que seria interessante leres, caso já não tenhas lido:

http://www.wook.pt/ficha/criancas-indigo-e-cristal/a/id/199809
Aconselho-te também a procurares a homeopatia pois através de simples florais para ti e para ele podemos ajudara desbloquear as energias que estão presas e que nos impedem de atingir o tal amor incondicional. Se conseguires encontrar um centro onde façam Reiki ou meditação para crianças, normalmente esses sítios têm muitas outras actividades que o irão abordar de maneira diferente da escola tradicional.
Acredita que não é ele que está errado é o método de ensino que não considera a individualidade de cada um, o mapa astrológico de cada um, os potenciais de cada um e apenas funcionam para criar robots, bem comportados e todos iguais.
Muito importante mesmo é perceberes que não haverá mudança nele sem uma mudança radical em ti e no pai. Não se trata apenas de o ajudar a ele mas sim a toda a dinâmica familiar pois ele está a servir de espelho para muitas das vossas sombras.
Já começam a a haver escolas com métodos alternativos que foram criadas precisamente numa filosofia mais espiritual, é uma questão de fazeres uma pesquisa. Procura na net escolas Waldorf e Montessori.
Espero ter ajudado um bocadinho que fosse, respira fundo e confia que se estiveres focada em ser MÃE com tudo o que isso implica, tudo irá correr bem.. e ser mãe não é só ser querida e doce também passa por aplicar regras, por limites assim como brincar e faze-lo acreditar que é amado e está seguro.
Beijinho
Vera Luz

“Muito boa tarde, Vera.
Quem escreve é uma sua “seguidora”. Deparei com um dos seus livros em Fevereiro, por acaso. Deixando de lado o meu cepticismo e deixando-me levar pelo misticismo, desde sempre latente dentro de mim, resolvi experimentar uma leitura “diferente” e algo guiou-me para um dos seus textos.
O resultado foi absolutamente revelatório e surpreendente. Incrível como parecia, a cada palavra, que a Vera estivesse a falar por mim, que estivesse a dar voz ao que sentia, mas que, dificilmente conseguia expressar. Talvez por medo, por receio, por um catolicismo demasiado enraizado, apesar de não praticado.
Comecei a olhar para a vida de forma diferente e acho que isto seja, para quem escolheu o caminho de partilhar esse tipo de mensagem com os outros, o maior sucesso possível.
Escrevo-lhe para lhe dar os parabéns.
Além disso, gostava de ter mais informações sobre as sessões de regressão e tentar esta experiência consigo.
Estou convicta de que uma “conversa” consigo poderá, finalmente, desencadear um processo de “cura” que não foi conseguido até agora, nem com a psicanálise tradicional.
Aguardo, com muita ansiedade, uma resposta sua.
Um óptimo dia para si.
Abraço,
xx”
“Bom dia, Vera.
Há alguns dias que pretendo enviar-lhe este email, mas perco sempre a coragem. No entanto, hoje pensei que se recorremos a alguém quando precisamos de ajuda, porque não agradecer quando fazem algo maravilhoso por nós?
Provavelmente não se recorda de, em Novembro, me ter dito para pintar e eu ri-me, pois nunca tive jeito para educação visual ou qualquer tipo de trabalho manual. Mas as suas palavras não me sairam da cabeça… No Natal, a minha mãe ofereceu-me uma tela e tintas e, depois de concluir o primeiro quadro, já não consegui parar! Em 8 anos, nunca comprei um quadro para a minha casa e, no espaço de um mês, já tenho três no quarto, um no escritório e outro no corredor! smile emoticon E não é que virou mesmo paixão? Já frequentei uma aula de pintura e o meu escritório parece um pequeno atelier!
Por isso, não posso deixar de lhe dizer “Muito obrigada!”.
Realmente, não há impossíveis… Basta acreditarmos em nós!
Um grande beijinho,
Cláudia
P.S. – Não deixe de espreitar os meus quadros na página do facebook Feel The Colour Afinal esta página surgiu graças a si!”
“Olá Vera
Terminei o teu livro. Ainda tenho muita dificuldade em aceitar aquilo que tu já concluíste. Que as histórias da Disney não existem ou se existem serão para as almas que já superaram outros níveis. É difícil quando tens de interiorizar que não são os outros a construir o teu bem-estar e a tua auto-estima. Tenho a perfeita noção que é isto que o Universo me pede e que o meu caminho será sozinha e espero ter a vontade (é preciso muito mais que perceber, é preciso acção) para abraçar este desafio.
Um abraço enorme para ti. A minha história é muito parecida com a da Sara (não em traços gerais mas sim em traços muito concretos. Chorei a ler) e espero chegar um dia, ainda nesta vida, a essa oitava acima que ela atingiu!”
“Olá Vera, espero que te encontres bem. O prometido é devido 😀 já acabei de ler o teu livro há quase 2 meses e tinha ficado pendente o meu feedback. E eis que agora a ouvir uma música que me acompanhou nalguns momentos a leitura vem à lembrança de que tinha um comentário a fazer ao livro.
A vida é feita de histórias, encontros e desencontros, para nos voltemos a encontrar. Um regresso às origens para que retornemos à origem.
Fiquei presa e rendida à história do livro, numa semana devorei-o. Queria saber o desenlace. Como iria acabar aquela história de amor, como seria o reencontro. Mas acima de tudo achei delicioso e super criativo a conjugação da história com o acompanhamento astrológico dos trânsitos da protagonista. As viagens externas e internas, os detalhes reais que nos permitem a identificação com a nossa própria história individual. Os dramas, as alegrias.
A exploração do lado humano na sua sombra e luz, porque nos espelha e nos faz sentir iguais, fracos e fortes nos nossos próprios dramas.
As histórias que vivem dentro das histórias, a desconstrução que nos parte e nos volta a construir fortes e renovados. É a história da protagonista, mas é também a minha, a tua, a nossa, mudam apenas os enredos e as tonalidades das emoções.
A tua coragem em te abrires num livro aberto é também um modelo e um exemplo para que todos nós também nos abramos mais à vida para a viver na sua plenitude a expressar o que somos a cada momento e trabalhar para que sejamos mais conscientes dos nossos processos internos.
Continua a escrever e a brindar-nos com a tua sabedoria. Bem-haja!
Beijinhos e aqui te deixo a música: http://youtu.be/3CwM_1jK1po
Clai Fonseca”
“Bom dia Vera como está? Peço desculpa pela “invasão” mas tenho esta vontade de lhe pedir uma opinião ha muito tempo e mesmo que não possa responder não tem importância e entenderei. O meu ex namorado bateu-me. E bateu as outras 5 namoradas…elas voltavam e ele voltava a bater. Eu não voltei… E de alguma forma mexeu com ele e está a fazer tratamento de hipnoterapia e emprestei-lhe alguns livros..esta de mente aberta. Peço todos os dias uma orientação. Vivo com a duvida se ele mudará ou se a alma dele tem q passar p isto… Até que li o seu texto ….se escolhermos a pensar na mudança do outro não estamos a escolher por nós… Acho que foi a minha resposta qe tanto esperei. Esta é a fase mais mais e mais emotiva da minha vida . O seu livro tem-me ajudado. Obrigada com o coração”
Uau Vera Acabei de ler o livro Regressão a Vida Passadas e devo dizer que foram tantas as transformações q senti durante a leitura. Descobri que estou a Despertar…. E confesso que senti que a vida me tem rodeado de pessoas e situações para um fim e nao por pura coincidência. Oiço musicas q ouvia ha anos e digo: UAU se eu tivesse estado atenta teria percebi do a msg. Vejo filmes q surgem agora por magia e que me fazem pensar: UAU agora parecem tão claro na msg que trazem… Nao sei o que dizer Vera, ao abrir este livro todos os dias cada olho da minha Alma se abria tb. Percebi que estou um pouco em cada nivel ainda e que n vale a pena tentar explicar esta a ventura a pessoas q ainda se encontram a níveis atras percebi q um dia ir ao evoluído por elas e quem sabe se o livro em cima da mesa n as farão ‘despertar’ Ao mesmo tempo um turbilhão de duvidas. … perguntas. … sobre alguns sentimentos meus e atitudes. Mas sinto q so irei percebe-los numa outra fase. Aquela em q ficarei a saber de onde vim, quem fui e qual a minha missão. Obrigado Vera É engraçado descobrir cmo determinadas pessoas entra na nossa vida, como que uma passage de testemunho ate chegar ‘aquela’. Foi assim ate chegar a si E assim começou outro ‘Abre Olhos’ com ‘Do Drama ao Dharma’ que será que vem aí… Sandra Silva
“Estou a ler o seu livro “Acorda o teu Poder Interior” e estou a achar deveras interessante e que para mim faz imenso sentido… já “contagiei”, inclusive, outras pessoas com a sua escrita!. Tenho sempre um marcador fluorescente à mão, para ir sublinhando as ideias-chave, mas confesso-lhe que já tenho o livro quase todo sublinhado. Estou a encontrar nele respostas para as inúmeras questões que me tenho colocado nestes últimos três anos da minha vida. Um abraço A.L. 
“Bom dia querida Vera,

Hoje não te venho pedir ajuda. Hoje venho só enviar-te a minha gratidão. Dizer-te o quão importante foi a tua orientação na minha vida. Foi fulcral conhecer a minha missão. Algo que me questionava faz tempo. Foi muito importante cada orientação dada por ti.
Não, não fazes milagres nem futurologia. Mas a tua orientação numa pessoa decidida a agarrar a vida e a ser feliz, pode fazer esses milagres. Sou a prova viva disso. Sete meses passaram desde que te conheci. E tanta coisa mudou na minha vida. Nem fazes idéia. Eu consegui perceber o que se estava a passar para que não conseguisse sair de um ciclo vicioso de energias. Consegui finalmente voltar ao meu centro. Relações que terminaram, relações que se iniciaram. O Universo tem dado os seus sinais. Tem-me ajudado imenso. É realmente verdade que quando tu dás um passo no sentido certo, o Universo presenteia-te com algo de maravilhoso. Essa magia existe mesmo. Não é ficção. Basta estar atento para que não nos passe nada ao lado. A vida consciente torna-nos poderosos. Poderosos na vida. No destino da nossa vida. A consciencialização faz magia. Não, não é um processo fácil. Mas é um sofrimento necessário à evolução, ao crescimento, e à felicidade.

Venho agradecer pela tua ajuda. Pelos teus conselhos. Pela tua disponibilidade constante, para me teres respondido, todas as vezes que te procurei em auxílio. Não, o meu processo evolutivo não acabou. Nem de longe, nem de perto. Mas consegui subir muitos degraus, na escalada da felicidade. Sempre com a tua ajuda. Que o Universo te presenteie com o dobro, de tudo aquilo que dás. Com isto não te estou a dispensar da minha vida. Muito pelo contrário. Quero que me dês o privilégio de continuares nela.

Gratidão eterna!
Abracinho de luz

“Minha querida Vera,
Que semana deliciosa esta depois de a conhecer. Tenho lido os seus artigos, já experimentei o tarot da alma e tudo se encaixa tão bem que é incrível. Estou fascinada! Sinto-me diferente, a percecionar e ver com outros óculos (como tão bem a Vera diz).  Quero estar consigo presencialmente. Gostava de perguntar se ao sábado poderia ser ou se tem que ser em dias úteis, para me organizar.  Obrigada por ser uma pessoa tão cheia de luz e por ajudar a “abrir caminho” ao novo porque o velho já nao servia!
Beijinho e um excelente fim de semana!   “
” Boa noite Querida Vera,

Há nove meses atrás o Universo puxou-me o tapete, ao roubar-me a minha Mãe, no dia 24 de dezembro, através de um AVC, levando-a para a cama de um hospital com 5% de hipóteses de sobrevivência.

Pedi-te ajuda. Não hesitaste em dar-me o teu melhor conselho. Não conseguiste transformar o quadro. Era impossível fazê-lo. Mas explicaste-me como deveria aceitar uma situação tão dolorosa.

Foram nove meses de sofrimento. Dela e meu. Acompanhar uma longa despedida, para qual não há preparação possível. Tu estiveste sempre desse lado para me ajudar a perceber como esta situação tinha sido criada para ir de encontro à minha missão. Aquela missão a que propus quando decidi descer à terra, neste corpo, para viver esta vida. Para resolver karmas de vidas passadas.

A tua orientação foi muito importante. Consegui entender tanta coisa. Sem revolta. Com resiliência. Consciente do presente angustiante. Consciente do papel que tinha que desempenhar de forma a ir de encontro à missão a que me propus.

Ela decidiu acabar com o sofrimento esta semana. Partiu na terça-feira. Libertando-se do sofrimento físico e seguir o seu caminho de luz.

Sinto que com a tua ajuda consegui cumprir a minha missão nesta situação. Segui todos os teu conselhos. Consegui fazer todo o trabalho necessário para que quando chegasse este dia, ambas tivéssemos em paz. Consegui. Ela partiu tranquila. Eu fiquei em paz.

Não, não é possível preparação para uma despedida destas. Mas é possível trabalhar a aceitação, de forma a seguir o nosso caminho. Seguir a nossa missão na vida que pedimos viver.

Deixo-te aqui a minha gratidão, pela tua ajuda tão preciosa, nesta fase tão delicada.

Abracinho de luz <3 <3 “

“Boa tarde Vera!! Quero agradecer a ajuda que me deu, grata.

Grata por me ter recebido, grata pela ajuda na mudança da minha individualidade, grata por me ajudar a perceber quem fui e onde estou.

Grata por saber que tenho um Urano muito bom na minha vida.

Agradeço pelo conselho do livro. Lido num dia de praia, depois de um banho salgado num mar de água fria que me soube muito bem. Leitura a repetir, é muito bom perceber pequenos recantos existentes em mim, pelo seu exemplo.

Muito obrigada, agradeço com a minha alma a falar por mim. Já que o ego está a processar toda a informação de mudança, agora preciso da minha alma.”

“Boa noite. Envio este email para agradecer todo o conhecimento que transmite no seu livro “Acorda o teu Poder Interior”, de uma forma tão clara, simples e que chega rapidamente ao coração. Fiquei maravilhada quando li o capítulo 6… especialmente quando abordou a técnica Jin Ji Du Li, porque já a praticava algumas vezes, mas confesso que pensava que era “maluquice” minha! Obrigado mais uma vez, por me insuflar mais disciplina e força de vontade. Obrigada “
“Boa tarde Deusa Vera =) Uffaaa que viagem mais intensa com tensão e relaxamento e com muita sabedoria… Foi Brutal Vera,… dou te um abracinho repleto de gratidão és simplesmente incrível, estás a ser um grande mestre=) Sinto a minha alma mais purificada, identifico mais este maluco carente que me deixa mal (ego) que precisa de harmonização. E que há aqui uma clara transformação a fazer, uma aceitação da minha responsabilidade de mim.. pois é tão fácil culpar o outro. Ao longo da viagem pude observar o enorme trabalho que deu a organizar esta viagem obrigatória para todo o ser humano que se quer descobrir, que quer acordar, foi emocionante poder saber e confirmar e me sentir mais seguro que há mais pessoas neste caminho que nos ensinam tanto e ajudam (como tu Deusa Vera) Este livro foi uma pecinha do puzzle da minha vida. Muitos Parabéns por acenderes a luzinha que cada um vai fazer brilhar. E não esquecendo que és um ser humano com o teu caminho, Te envio energia do bem quer e da gratidão e do amor incondicional e a validação do invisível=) Bem Hajas estamos juntos.