SER – FAZER – TER

0

Os tempos modernos, o dinheiro rápido, os shoppings e todas as distrações à nossa volta fizeram-nos acreditar que para SER alguma coisa temos que TER um emprego, dinheiro, um carro ou comer no restaurante “in”. Porque nem sempre é possível TER essas coisas, sentimo-nos inferiores e passamos acreditar que não conseguimos SER felizes. Vamos então FAZER qualquer coisa para TER as posses necessárias para podermos então SER o que tanto queremos SER; felizes.

Tanto é importante TER como FAZER como SER. A desorientação surge quando trocamos a ordem certa das palavras assim como a sua importância. Felicidade é um estado de SER. É o resultado de uma energia de amor próprio, aceitação, perdão, fé e humildade. Não está dependente de FAZER ou TER.

Esse será o primeiro passo ou motor de arranque. Quando conquistamos esse estado de SER, passamos então a agir, ou seja, a FAZER coisas e a interagir com pessoas nessa energia leve e feliz. Só então podemos esperar TER como resultado alguma coisa.A nossa sociedade deu-nos a possibilidade de FAZER qualquer coisa e de podermos entrar em qualquer loja e TER o que queremos ou podemos pagar, descartando e ignorando em que estado está o SER.Entramos na loja frustrados, zangados com a vida e os outros, a sentirmo-nos feios, gordos, tristes, rejeitados. Como podemos esperar sair de lá a sentirmo-nos bem e felizes só porque temos uns sapatos ou uma camisola nova?

Vamos resgatar a ordem certa, criar o movimento certo do SER – FAZER – TER e deixar que o Universo nos surpreenda que se cuidarmos bem das duas primeiras etapas, a terceira será bem mais fantástica do que uns simples sapatos e uma camisola!

Bem hajam

Partilhe =)

Sobre o autor

Deixa um comentário

*

code