Outra vez ?!?

0

Eu acredito que a vida é como uma espiral ascendente.

Muitos são os que vêm a vida como uma estrada direita.

Na visão da estrada direita vivemos com a sensação de que nos vamos “safando” das situações, que vamos deixando para trás o que nos incomoda. Que é de facto apenas uma questão de tempo ou /e de velocidade não termos que enfrentar certas questões de novo. Alheios completamente de que cada evento tem uma lição e mensagem, vivemos a acreditar que a nossa estrada em frente nos afasta principalmente das questões mais negativas e dolorosas sem a consciência de que elas irão voltar. Não porque somos maus ou que Deus nos quer castigar, mas sim porque realmente ainda não as superámos. A Vida dá-nos sempre mais uma chance.

Enquanto assim vivemos, mais ou menos conscientes do processo, não avançamos e somos ‘apanhados’ pelas energias que deixámos para trás…

Numa espiral ascendente sabemos que somos o centro da nossa história e que as lições irão girar à nossa volta e por isso serão as mesmas e terão a mesma energia e manterão o teste emocional até que o superemos. O objectivo é que o evento gira à nossa volta as vezes que forem precisas até que a nossa resposta (o que é afinal importante!) mude. Até que nos pacifiquemos com o evento. Até que consigamos olhar o evento com um certo desprendimento, sabendo que ele é de facto apenas um teste e em última análise, uma ilusão. Que afinal o desafio que o outro nos trás já existe dentro de nós.

Quando vamos para além do evento/dor/perda e percebemos que ele foi uma imensa e essencial lição para neutralizar o nosso ego e que foi a alma que no fim ganhou com tudo, libertamo-nos, ascendemos.

Na visão da espiritualidade não é propriamente importante o que nos acontece.

Importante sim é a nossa resposta, ao que nos acontece.

É essa resposta que fica registada nos nosso livro Kármico.

É essa resposta que irá ditar o que iremos atrair de seguida.

O progresso interior é sempre mais importante que o progresso exterior.

O ideal é mantê-los em equilíbrio.

Não é fora que se muda a nossa história, é dentro!…

Partilhe =)

Sobre o autor

Deixa um comentário

*

code