Onde está o teu Saturno?

0

Saturno leva pouco menos de 30 anos a cumprir uma volta completa ao nosso mapa. Durante essa lenta e vagarosa viagem irá “conversar” com todos os os outros planetas do nosso mapa, relembrando a cada um que a nossa vida serve um propósito muito mais elevado e sagrado do que a simples rotina de sobrevivência social.

No entanto, esses trânsitos de Saturno podem ser difíceis por duas razões:

1ª porque é nessas alturas que a vida desperta o nosso propósito evolutivo e nos relembra na nossa vida, através de circunstâncias diárias onde no passado, (nesta ou normalmente em vidas anteriores) deixámos assuntos por resolver (ou por má resolução ou por imaturidade e desresponsabilização).

2º porque normalmente quem mais nos desafia, representa precisamente o que precisamos curar em nós. Autoritarismo, agressividade, imaturidade, manipulação, apego, irresponsabilidade, arrogância, materialismo, egoísmo, crítica, etc. A proposta é aceitarmos o outro como um espelho do que em nós vive inconsciente, assumirmos essa sombra em nós e finalmente conscientes dessa parte, corrigirmos, superarmos e darmos agora resposta positiva.
Sem este conhecimento, não percebemos os movimentos do outro e caímos na tentação da projeção, tornamo-nos prisioneiros da vitimização e da sensação de injustiça, ignorantes da riqueza e oportunidade dessas movimentos, culpando sempre o outro pelas nossas circunstâncias.

Saturno é o Senhor do Karma, lei que defende que toda a ação gera ao próprio a sua respectiva reação. Não como castigo mas sim para que possamos aprender sobre as nossas próprias escolhas.
Representa também o principio da maturidade e da responsabilidade pelas nossas escolhas, ações e respostas. É por isso ele que garante a justiça divina, devolvendo-nos apenas as consequências de escolhas já feitas por nós algures no passado.
Tudo o que a nós chega, traz o carimbo Saturnino, entregue pelo carteiro que mais se ajusta à encomenda, sempre no tempo certo.
Quando não entendemos o princípio karmico, corremos o risco de chamar “sorte e azar” às circunstâncias, vendo injustiças onde elas afinal não existem.

Da mesma maneira que Saturno é implacável com as suas lições, mantendo-nos prisioneiros do seus anéis quando nos recusamos a aceitar os seus ensinamentos e propostas de superação, é também ele que garante as maiores recompensas, sempre que humildemente aceitamos as consequências e as superamos positivamente.

Embora as dinâmicas karmicas sejam até relativamente fáceis de entender pois o seu princípio é simples, são realmente desafiantes de aceitar, principalmente porque não fomos educados nesse conceito. Por um lado a culpa, o julgamento e a falsa sensação de injustiça são ainda a resposta automática que apenas impedem que a superação seja conseguida. Por outro, o Ocidente está ainda a aprender a integrar a ideia de vidas passadas, ou seja, a nossa vida presente é um continuum de vidas passadas e é nela que vamos colher muitas das consequências do que foi já criado em vidas passadas.

Conhecermos a proposta do nosso Saturno Natal e sabermos onde ele se encontra em trânsito é essencial para que possamos perceber a nossa história karmica e aproveitar as oportunidades diárias, de forma a irmos libertando todos esses pesos Karmicos.

Para marcares a tua consulta escreve para veraluz@veraluz.pt ou liga 967988990

Bem hajas!
Vera Luz

Partilhe =)

Sobre o autor

Deixa um comentário

*

code