O que te faz sair da cama?

0

Uma das grandes lições ou propostas da nossa encarnação é descobrirmos o que nos faz brilhar, o coração pular e o que alimenta a nossa alma energética e materialmente.

Quanto tempo perdemos na crença que nos condiciona a buscar os alimentos do ego mais do que o que nutre o espírito… o poder, o dinheiro, a segurança, o controle, o status, o reconhecimento… é um tempo em que a alma seca, desidrata até ao limite, até que o Universo boicote essa plano deprimente e nos retorne ao trilho do amor.

Deslumbrados com a tralha, a máscara e a posse perdemos a visão cristalina da alegria, da felicidade e do amor.

Facto é que num mundo repleto das mais variadas tralhas, nunca o ser humano se sentiu tão sozinho e desvalorizado. Temos casas cheias e almas secas. A nossa valorização baixou dos planos do amor para o plano material, deixámos de olhar para o céu para apenas olhas para as montras, reduzimos o alcance dos sonhos onde trocamos o anseio de sermos felizes e humanos para sermos ricos e poderosos.

Comparada com a abundância que o Universo tem reservado em potencial para nós, andamos de facto a vender a alma ao diabo!

Como reverter este padrão em que caímos inconscientes?

Fazendo uma simples mudança.

Ajustar o nosso GPS interno do TER para o SER.

Mudar o foco de fora para dentro.

Do fazer para o sentir.

Todos dizemos facilmente que queremos ganhar o totoloto, ter um Porsche, fazer uma viagem à volta do mundo.

Não temos qualquer pudor em sonhar alto, afirmar e desejar TER seja lá o que for ou vtimizarmo-nos com o que não conseguimos TER.

Curiosamente o mesmo já não se passa com o sentir e o SER.

Temos uma resistência enorme em afirmar que somos merecedores de todo o amor, que somos felizes e abundantes. Não são muitos os que admitem já SER fortes, seguros, corajosos. Ou simplesmente a coragem de admitir que se sentem tristes, com medo, inseguros ou sozinhos.

Falei no meu primeiro livro Regressão a vidas passadas precisamente desta dualidade que nos faz sair da cama de manhã e enfrentar o mundo lá fora.

Sair com a intenção única de TER leva-nos por caminhos bem diferentes e far-nos-á atrair dinâmicas bem diferentes do que se a intenção mudar para o SER. Iremos na mesma TER o que buscamos, mas o efeito energético será totalmente diferente.

A vida mostra bem as consequências das duas dinâmicas.

O que procura apenas TER ver-se-á materialmente abundante embora sob enorme esforço, confundindo amor com segurança, doentiamente apegado à posse e relativamente solitário por não ter dado prioridade aos verdadeiros e profundos laços humanos. Por viver em permanente esforço e sem ter em conta o brilho interior, não é uma postura cósmicamente apoiada e logo irá gerar um constante e extremamente desconfortável pavor de perder tudo o que já conseguiu TER.

O que procura SER sentir-se-á humanamente rico, interiormente preenchido, capaz de sentir e fazer sentir a quem o rodeia, o melhor da vida. No entanto sofrerá de hipersensibilidade e desajustamento material, consequência de valorizar mais o SER do que o TER mas que irá ser compensada com oportunidades maravilhosas, com a descoberta da sua missão espiritual que irá gerar o tão ansiado estado de SER e brilho interior. E esse sim será o estado que irá gerar o sólido e equilibrado TER.

Ninguém se encontra apenas numa vertente ou noutra.

Nós somos a dualidade permanente em busca de sentir a totalidade.

É importante mantermos a humildade de sabermos que somos capazes do melhor e do pior. O nosso mapa astrológico nos mostrará as inclinações que já trazemos connosco.

E a essa constante procura desse equilíbrio chama-se viver.

No entanto, se não estivermos atentos a estas minúsculas mas poderosas ferramentas, resvalamos sem consciência alguma para as tramas do ego e do TER.

Espero que este pequeno alerta te tenha acordado um pouco que seja, te tenha permitido estar mais consciente, te tenha reconectado com a tua humanidade e que tenha ajudado a fazer da busca do teu SER e do teu brilho, uma prioridade. Porque quando estamos no nosso melhor, atraímos o melhor!

Bem Hajam

Partilhe =)

Sobre o autor

Deixa um comentário

*

code