Nodos Lunares

1

__4157536

Nodos da Lua, Nodos Lunares e também chamados de Cabeça e Cauda do Dragão.

O Nodo do Norte (esquerda no desenho) corresponde à Cabeça do Dragão e a Casa e o Signo onde está mostram as características que a nossa Alma vem desenvolver ou abraçar. Podemos-lhe chamar o nosso destino ou missão. Por ser uma área desconhecida ela tanto causa medo como excitação pelo novo e desconhecido. É uma área de vida, a principio desconfortável, mas que irá sempre chamar por nós e que em última análise irá dar sentido à nossa vida.

O Nodo do Sul (direita no desenho) corresponde à Cauda do Dragão e a Casa e o Signo onde está mostram as características que a nossa Alma vem largar ou abdicar até que se dê o equilíbrio. É também chamada de zona de conforto pois é uma área bastante familiar e conhecida para nós. É onde nos sentimos seguros e para onde fugimos inconscientemente. No entanto é uma área sem desafios onde facilmente caímos na monotonia, que nos causa enormes frustrações e que não promove o nosso crescimento.

Conhecer os nossos Nodos Lunares ajuda-nos a relembrar o que a nossa Alma esqueceu e a reconhecer que todos os desafios porque estamos a passar, não são mais do que um convite a este caminho do Nodo do Sul para o Nodo do Norte

Procura em baixo onde se encaixa a tua data de nascimento.

O signo em frente corresponde ao teu Nodo do Norte.

Só num mapa pessoal podemos analisar também as Casas onde eles se encontram daí esta informação ser algo limitada embora já dê uma ideia do quanto a Astrologia tem o poder de falar à nossa Alma.

Procura abaixo no texto a interpretação do teu Nodo do Norte pessoal.

1 de janeiro de 1900 – 28 de dezembro de 1900……………………………………………Sagitário

29 de dezembro de 1900 – 17 de julho de 1902…………………………………………….Escorpião

18 de julho de 1902 – 4 de fevereiro de 1904………………………………………………..Balança

5 de fevereiro de 1904 – 23 de agosto de 1905……………………………………………..Virgem

24 de agosto de 1905 – 13 de março de 1907……………………………………………….Leão

14 de março de 1907 – 29 de setembro de 1908…………………………………………..Caranguejo

30 de setembro de 1908 – 18 de abril de 1910……………………………………………..Gêmeos

19 de abril de 1910 – 7 de novembro de 1911………………………………………………Touro

8 de novembro de 1911 – 26 de maio de 1913……………………………………………..Carneiro

27 de maio de 1913 – 13 de dezembro de 1914……………………………………………Peixe

14 de dezembro de 1914 – 2 de julho de 1916……………………………………………..Aquário

3 de julho de 1916 – 19 de janeiro de 1918…………………………………………………Capricórnio

20 de janeiro de 1918 – 9 de agosto de 1919………………………………………………Sagitário

10 de agosto de 1919 – 26 de fevereiro de 1921………………………………………….Escorpião

27 de fevereiro de 1921 – 15 de setembro de 1922………………………………………Balança

16 de setembro de 1922 – 4 de abril de 1924………………………………………………Virgem

5 de abril de 1924 – 22 de outubro de 1925…………………………………………………Leão

23 de outubro de 1925 – 12 de maio de 1927………………………………………………Caranguejo

13 de maio de 1927 – 28 de novembro de 1928………………………………………….Gêmeos

29 de novembro de 1928 – 18 de junho de 1930…………………………………………Touro

19 de junho de 1930 – 6 de janeiro de 1932……………………………………………….Carneiro

7 de janeiro de 1932 – 25 de julho de 1933…………………………………………………Peixes

26 de julho de 1933 – 12 de fevereiro de 1935……………………………………………Aquário

13 de de fevereiro de 1935 – 1 de setembro de 1936………………………………….Capricórnio

2 de setembro de 1936 – 21 de março de 1938…………………………………………..Sagitário

22 de março de 1938 – 9 de outubro de 1939……………………………………………..Escorpião

10 de outubro de 1939 – 27 de abril de 1941………………………………………………Balança

28 de abril de 1941 – 15 de novembro de 1942…………………………………………..Virgem

16 de novembro de 1942 – 3 de junho de 1944…………………………………………..Leão

4 de junho de 1944 – 23 de dezembro de 1945…………………………………………..Caranguejo

24 de dezembro de 1945 – 11 de julho de 1947………………………………………….Gêmeos

12 de julho de 1947 – 28 de janeiro de 1949………………………………………………Touro
.
29 de janeiro de 1949 – 31 de dezembro de 1949 ………………………………………Carneiro

1 de janeiro de 1950 – 17 de agosto de 1950……………………………………………..Carneiro

18 de agosto de 1950 – 7 de março de 1952………………………………………………Peixes

8 de março de 1952 – 2 de outubro de 1953………………………………………………Aquário

3 de outubro de 1953 – 12 de abril de 1955………………………………………………..Capricórnio

13 de abril de 1955 – 4 de novembro de 1956…………………………………………….Sagitário

5 de novembro de 1956 – 21 de março de 1958………………………………………….Escorpião

22 de março de 1958 – 8 de dezembro de 1959………………………………………….Balança

9 de dezembro de 1959 – 3 de julho de 1961……………………………………………..Virgem

4 de hulho de 1961 – 13 de janeiro de 1963……………………………………………….Leão

14 de janeiro de 1963 – 5 de agosto de 1964……………………………………………..Caranguejo

6 de agosto de 1964 – 21 de fevereiro de 1966…………………………………………..Gêmeos

22 de fevereiro de 1966 – 10 de setembro de 1967……………………………………..Touro

11 de setembro de 1967 – 3 de abril de 1969……………………………………………..Carneiro

4 de abril de 1969 – 15 de outubro de 1970………………………………………………..Peixes

16 de outubro de 1970 – 5 de maio de 1972……………………………………………….Aquário

6 de maio de 1972 – 22 de novembro de 1973……………………………………………Capricórnio

23 de novembro de 1973 – 12 de junho de 1975…………………………………………Sagitário

13 de junho de 1975 – 29 de dezembro de 1976…………………………………………Escorpião

30 de dezembro de 1976 – 19 de julho de 1978………………………………………….Balança

20 de julho de 1978 – 5 de fevereiro de 1980……………………………………………..Virgem

6 de fevereiro de 1980 – 25 de agosto de 1981…………………………………………..Leão

26 de agosto de 1981 – 14 de março de 1983…………………………………………….Caranguejo

15 de março de 1983 – 1 de outubro de 1984…………………………………………….Gêmeos

2 de outubro de 1984 – 20 de abril de 1986……………………………………………….Touro

21 de abril de 1986 – 8 de novembro de 1987…………………………………………….Carneiro

9 de novembro de 1987 – 28 de maio de 1989……………………………………………Peixe

29 de maio de 1989 – 15 de dezembro de 1990………………………………………….Aquário

16 de dezembro de 1990 – 4 de julho de 1992……………………………………………Capricórnio

5 de julho de 1992 – 21 de janeiro de 1994………………………………………………..Sagitário

22 de janeiro de 1994 – 11 de agosto de 1995……………………………………………Escorpião

12 de agosto de 1995 – 27 de fevereiro de 1997…………………………………………Balança

28 de fevereiro de 1997 – 17 de setembro de 1998…………………………………….Virgem

18 de setembro de 1998 – 05 de abril de 2000 …………………………………………..Leão

06 de abril de 2000 – 13 de outubro de 2001……………………………………………..Caranguejo

14 de outubro de 2001 – 14 de abril de 2003……………………………………………..Gémeos

15 de abril de 2003 – 26 de dezembro de 2004………………………………………….Touro

27 de dezembro de 2004 – 20 de junho de 2006………………………………………..Carneiro

21 de junho de 2006 – 07 de janeiro de 2008…………………………………………….Peixes

08 de janeiro de 2008 – 21 de agosto de 2009…………………………………………..Aquário

22 de agosto de 2009 – 03 de março de 2011……………………………………………Capricórnio

04 de março de 2011 – 30 de agosto de 2012…………………………………………..Sagitário

31 de agosto de 2012 – 22 de fevereiro de 2014……………………………………….Escorpião

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nodo do Sul em Carneiro ou Casa 1
Nodo do Norte em Balança ou Casa 7

Aprender a cooperar sem perder a identidade

Excessivamente ego-centrados, individualistas, espírito independente e pode dar egoísmo. Muito virados para eles próprios e para os seus próprios interesses. Reactivos, impulsivos, impacientes, têm imensa dificuldade em tolerar os tempos e os espaços dos outros. Forte identificação com o corpo físico podendo ter comportamentos violentos e bruscos. Muito instintivos e reactivos, explodem facilmente. Forte capacidade de liderança, coragem, assertividade. Memorias de guerras, batalhas, confrontos e violência. Não aparentam ou transmitem sensibilidade mas tem um coração puro. Agem impulsivamente sem pensar podendo vir a arrependerem-se. Tem dificuldade nos relacionamentos, pouca empatia, não consideram o outro pelo seu excesso de autonomia.

Vem aprender a considerar o outro, ter paciência, esperar e saber ouvir. Valorizar cada vez mais a interação com o outro e permitir que o outro tenha espaço e tempo para se expressar. Aprender a partilhar e a deixar-se guiar e ser cuidado pelo outro. Aprender a mostrar fragilidade, os seus pontos fracos e incapacidades. Missão de conciliar o seu Eu com o Eu do outro. Aprender a pensar antes de agir e que as suas acções têm consequências. Desafio de conseguir criar harmonia nos meios onde circula e nos relacionamentos pessoais. Com o tempo vão desactivando a sua violência, vão ganhando humildade e respeito pela sensibilidade e necessidades do outro. Aprender a arte do relacionamento, do compromisso e do equilíbrio com o outro. Ou seja, o equilíbrio com o outro só é possível quando cede e se ajusta às necessidades do outro.

Nodo do Sul em Touro ou Casa 2
Nodo do Norte em Escorpião ou Casa 8

Aprender a atribuir valor ao mundo das emoções e ao invisível.

Identificação excessiva com o mundo material. Inflexibilidade, apegado às suas posses e rotina, dificuldade em fazer mudanças. Lento, materialista, fixo e com uma visão muito básica e limitada da vida. Pode dar cepticismo pela pouca abertura a tudo o que não é palpável e comprovado cientificamente. Presos nos seus prazeres e desejos, curtem mais o corpo do que o espírito. dificuldade em lidar com o mundo para alem da matéria. Dependência das posses para a sua felicidade. Procura por elevados estatutos sociais e económicos, pode dar ciúme, posse e até abuso físico do outro.
Propensão para sofrer perdas materiais.

Aprender a ouvir a sua voz interior e a render-se a uma ordem superior. Valorizar cada vez mais o sentir, as emoções e a intuição. Deixar ir os apegos materiais e trabalhar mais a sensibilidade. Aprender a ir para além do corpo e identidade terrena e interagir com os outros a um nível mais profundo. Sair dos limites quadrados e práticos e aventurar-se no mundo do sentir. Permitir-se sentir todas as emoções sem fugir delas. Despir-se das tradições do passado vêm aprender a questionar o que não faz sentido. Para isso têm de aprender a sentir e a valorizar todos os estados de espírito como oportunidades de transformação.
Permitirem-se reconhecer e seguir as suas paixões.
Vem aprender a valorizar a matéria sem apego.

Nodo do Sul em Gémeos ou Casa 3
Nodo do Norte em Sagitário ou Casa 9

Aprender a ganhar sabedoria sem perder a simplicidade e humildade

Excessivamente mentais, sentem-se desconfortáveis com assuntos emocionais ou sérios. Muito racionais têm tendência à dispersão metal. Mudam facilmente de ideias, ágeis comunicadores mas com dificuldade em pô-las em práctica.
Dificuldade em levar tarefas até ao fim devido á dispersão. Tentam sempre resolver os seus problemas através da mente acima das emoções ou sentido prático. Ruído mental sem conclusões. O amor é visto como um jogo ou mesmo uma brincadeira. Pode dar mentes brilhantes ou na negativa excesso de ideias, pensamentos sem aplicação útil e arrogância associada à sua esperteza.
Propensão para usar a mente de forma imatura ou infantil.

Aprender a escolher informação que alimente a alma. Dedicar-se ao estudo ou uso da mente para dar significado à sua existência. Descobrir informação que traga paz e harmonia interior. Aprender a fazer uso da mente produtivo no entendimento de quem somos mais do que na interação com o mundo. Fomentar a solitude, o silêncio, o contacto com a Natureza para religar à alma.
Abraçar uma postura mais filosófica, espiritual, aprender a falar menos e a ouvir mais e religar-se a uma antiga sabedoria e leis universais.
Cultivar a meditação, o foco, as viagens astrais e físicas, aprendendo a ser observador e a ter disciplina mental.
Vem aprender a valorizar a Sabedoria e aprender a ver o mundo por uma perspectiva superior.

Nodo do Sul em Caranguejo ou Casa 4
Nodo do Norte em Capricórnio ou Casa 10

Aprender a ganhar maturidade e autoridade sem perder a criança interior.

Excessivamente sensíveis, dependentes, carentes e imaturas. Tendência para procurar o reconhecimento da família ao ponto de não reconhecerem o seu próprio valor. Conflito entre o seu desejo e o da família. Medo do sofrimento e tendência a construir uma máscara de adulto sério. Imaturidade emocional e tendência ao apego familiar. Espírito muito imaturo, inocente, brincalhão e amoroso. São bons exemplos de saudáveis crianças interiores. Tendência a serem inseguros, fechados e pouco dados pela sua extrema sensibilidade e sentido de protecção.
Propensão para haver rejeição emocional por parte da família.

Aprender a ganhar responsabilidades e a enfrentar o mundo dos adultos de cabeça erguida sem nunca perder o contacto com a sua criança interior.
Aprender a elevar-se acima das desarmonias familiares, sair da postura infantil, enfrentar e dizer o que pensa e sente e respeitar os seus sentimentos.
Trabalhar o apego e as dependências com a mãe ou outros membros da família. Pode dar negócios de família, separações da família logo na infância ou desconforto emocional que obrigue à autonomia. Valorizam muito o seu espaço e o seu cantinho.
Vêm aprender a ser independentes e a contribuir para a sociedade.

Nodo do Sul em Leão ou Casa 5
Nodo do Norte em Aquário ou Casa 11

Aprender a ganhar humildade sem perder o brilho interior.

Excessivamente egocêntrico faz do mundo o seu palco e exagera a sua importância. Sedutor, charmoso, jogador, faz tudo para ser admirado. Desejo de reconhecimento e atenção de todos. Exagerado romantismo e ideal de nobreza, poder e ostentação. Necessidade de atenção constante acreditam na sua superioridade. Muito centrado nos seus desejos, procura ser amado, venerado e adorado. Pouca noção da normalidade pois vive como se estivesse em cima de um palco a dar um espectáculo. Memórias fortes de ter sido importante, poderoso ou ter vivido em posições de destaque.
Dá exagerada importância à imagem, à marca, ao estatuto e pouca à vida interior. Tendência a julgar facilmente os outros pela aparência superficial sem levar em conta o seu interior. Pouco empático. Tem carisma, brilho próprio, com forte noção do seu Eu. São pessoas criativas, divertidas e barulhentas que ocupam muito espaço. Tendência a dramatizar e exagerar as situações como forma de chamar a atenção.
Propensão para atrair situações e meios onde irá passar despercebido para aprender a ser mais humilde.

Aprender a sair do palco e a juntar-se aos outros, aos grupos e a ser apenas mais um num mundo de iguais. Aprender a desenvolver o espírito humanitário de igualdade e de solidariedade. Tendência a atrair rejeição e indiferença do mundo quando insiste em ir buscar fora o que ainda não tem dentro. Muita falta de amor próprio. Aprender a ganhar humildade, simplicidade, compaixão e empatia para com os outros. Olhar para os outros de igual para igual. Libertar a necessidade de impressionar os outros e aprender a agir por amor próprio sem necessidade de audiência. Aprender a estar com os outros em espírito de igualdade tendo a consciência de que cada um tem o seu próprio brilho e é especial à sua maneira. Valorizar o seu sentido criativo e de animador. Reconhecer que a rejeição dos outros e as propostas de solidão constantes são o que os obriga ao mergulho interior para reencontrar os seus talentos adormecidos.
Vêm aprender a igualdade e a reconhecer o brilho em cada um.

Nodo do Sul em Virgem ou Casa 6
Nodo do Norte em Peixes ou Casa 12

Aprender a confiar e a fluir sem perder a disciplina

Exagerado perfeccionismo, muito mental, critico, rígido e exigente consigo e com os outros. Muita dificuldade em aceitar as fraquezas e fragilidades suas e dos outros. Acha-se indispensável, tem dificuldade em delegar e em confiar nas forças de uma ordem maior. Inseguranças mentais, perde-se em detalhes desnecessários, têm muitas teorias que os condicionam e impedem a sua liberdade. Procura e acredita num conceito idealista e irreal de perfeição sem a noção de que a sua própria existência é um mistério. Não assume as suas fraquezas e mostra-se sempre em controle.
Propensão para ser céptico, hipocondríaco, preso a horários e rotinas, precisa de estar ocupado. Necessidade de se sentir útil, faz questão de estar sempre ocupado e de se achar insubstituível. Resistência a acreditar que por trás do caos aparente há uma mensagem divina e inteligente. Dificuldade em ir para alem do visível.

Aprender a seguir o que sente e a confiar para onde a vida o empurra. Aprender a sair da auto exigência e a dar mais valor ao sentir, bem estar, meditar e ao silêncio. Aprender a descodificar e a ler sinais invisíveis. Vêm aprender a sair do pequeno e do detalhe e a ver o quadro todo. Pode ser através do corpo / saúde que são convidados a religar com o divino e a aceitar as suas imperfeições. Aprender a valorizar o invisível, a fantasia, a magia, a intuição e o amor incondicional. Espírito que vem sair das rígidas expectativas de perfeição e ordem, aprender a relaxar e permitir que os outros relaxem também. Aprender a sentir-se seguros e a auto aceitarem-se e aos outros nas suas imperfeições. Vem sair do julgamento, da pequenez e aprender a ser fiel à sua vontade mais do que às suas obrigações. Cultivar a fé, fortificar a consciência do seu espírito na matéria e descobrir o lado metafísico e transpessoal.
Deixar ir o pânico, a exigência e a preocupação constantes e encontrar a divindade em tudo e em todos.

Nodo do Norte em Carneiro ou Casa 1
Nodo do sul em Balança ou Casa 7

Aprender a ser corajoso sem perder a diplomacia

Dependência e necessidade exagerada do outro para ser feliz e se sentir bem. Falta de identidade, acredita que precisa do outro para se conhecer vivendo assim à sua sombra. Capacidade de levar harmonia a ambientes tensos, mas corre o risco de se esquecer da sua harmonia interior. Muita dificuldade de dizer Não!. Indecisa, pede conselhos antes de agir. Tendência à submissão, insegurança e medo de se afirmar. Usa muito frases como “Não faz mal, está tudo bem” mesmo que não esteja. Normalmente em publico está sempre a sorrir. Falta de respeito próprio, chega a sacrificar-se e a prejudicar-se a si próprio em prol da harmonia geral. Sonha com relacionamentos perfeitos, equilibrados e desilude-se à espera que o outro seja o seu ideal. Está sempre a tentar ser justa e agradar as pessoas de quem mais depende. Prejudica as suas próprias necessidades e objectivos pessoais pela harmonia exterior.
Propensão para se desiludir nos relacionamentos.

Aprender a superar as suas indecisões e a encontrar o equilíbrio interior. Valorizar mais e cuidar do corpo físico. Aprender gostar de estar sozinho e a deixar de “precisar” de alguém. Redescobrir a sua identidade e encontrar a sua realização pessoal. Fazer de si mesmo uma prioridade e não apenas uma extensão do outro. Ser mais assertivo, corajoso, impulsivo e positivo a enfrentar os conflitos. Assumir o seu guerreiro interno e o lado de liderança, guiado pelo coração. Confiar mais em si próprio e nas suas capacidades ao ponto de se tornar independente. Vem aprender a passar tempo sozinho e a manter a estabilidade quer o outro esteja ou não. Seguir os seus impulsos, confiar nas suas capacidades e aprender a ser líder. Com o Nodo do Norte em Carneiro a pessoa nasce com a permissão de se por em primeiro lugar e de considerar o seu EU à frente dos outros, mesmo que os outros o considerem egoísta.

Nodo do Norte em Touro ou Casa 2
Nodo do Sul em Escorpião ou Casa 8

Aprender a valorizar-se integrando as suas sombras

Memórias de muita dependência emocional, material, psíquica, física. Memórias de mau uso e manipulação do seu poder psíquico e mediúnico. São charmosos, magnéticos, cativantes pela profundidade da sua pessoa, olhar e toque.
Tendência para o segredo, omitir e pode até dar mentira. Vêm de um passado de traição, desvalorização total e obsessão pelos seus desejos. Ausência de limites a nível emocional, vivem as emoções sem medo. Lidam bem com a morte e os processos de transformação. Tendência para ser desconfiado, manipulador, secretista e fechado, está sempre em busca de agendas secretas nos outros. São intensos, profundos, intuitivos e capazes de ver os outros por dentro como ninguém. Pessoas que vêm com a capacidade de transformar os outros mostrando-lhes o que têm escondido no seu inconsciente e de causar o caos para que a luz possa entrar.
Capacidade e gosto de estar sozinhos na sua profundidade e um certo medo que o outro invada o seu espaço. Sentimento muito forte de desvalorização a todos os níveis. São bastante emocionais, reactivos, apaixonados, violentos, intensos, profundos, fieis energias que tanto podem ser usadas positiva ou negativamente.

Vêm aprender a desenvolver a sua auto estima, a construir os seus próprios recursos e independência. Aprender a confiar na vida e nas pessoas. Aprender a sair do drama e a simplificar a sua vida e a ser mais prático. Necessidade de por limites na sua forma de viver e na interação com os outros. Valorizar a matéria, o corpo, o aqui e o agora. Aprender a desfrutar dos prazeres da vida, comida, massagens, cheiros, sons e interacção com a natureza. Saber identificar as relações de dependência e controle sobre ele próprio e não se deixar arrastar, sabendo pôr limites e a valorizar-se cada vez mais. Pode dar infância carente de amor e carinho que os irão levar a cair em relações adultas em busca de compensação dessa carência e vazio emocional. Serão as rejeições e desilusões que o irá obrigar a encontrar a sua própria fonte interior de amor próprio e segurança interior. Aprender a confiar e a sentir que a verdade e a transparência simplificam e libertam. Saber perdoar e libertar-se do que já não serve e descobrir que merecem mais e melhor. Aprender a auto-valorizar-se para que saia da dependência da valorização exterior e a responsabilizar-se pelo aumento da mesma.

Nodo do Norte em Gémeos ou Casa 3
Nodo do Sul em Sagitário ou Casa 9

Aprender a comunicar a sabedoria com humildade

Memórias de vidas ligadas ao mundo das ideias, do silêncio, da filosofia, da espiritualidade e toda a informação que alimenta a alma e dá significado à nossa vida. Esse excesso de estudos e compreensão das leis da vida pode originar alguma arrogância, altivez, sentimento de superioridade e postura do “sabichão”. Quando não abertos ainda para o mundo espiritual há uma necessidade de compensar esta superioridade com cursos superiores, elevados cargos sociais e títulos académicos. Dificuldade de relacionamento com pessoas simples e humildes por lhes ser difícil a conversa superficial e mundana. Gostam e sentem-se mais à vontade com o mundo e pessoas de outras culturas do que por vezes as pessoas da família ou do próprio bairro. Quando rendidos às Leis Universais, têm uma capacidade enorme de entender e ver os acontecimentos da vida por uma perspectiva superior e assim e ligar os pontos para entender a história da nossa alma. Tendência a cristalizar e a apegarem-se às suas crenças e valores achando que são a única verdade. Descer da visão superior do todo para uma mais mundana e simples, ou seja voltar a validar a importância do pequeno. Deixar de ter tantas respostas e passar a fazer mais perguntas.

Vêm aprender a valorizar a simplicidade da vida e a resgatar uma humildade perdida. Proposta de abandonar a postura seria e filosófica em troca de uma nova atitude mais superficial, básica ou até infantil. Depois de muitas vidas a viajar em busca daquela que acredita ser A verdade, vem voltar a ligar-se à civilização, à rotina do dia a dia e reaprender a fazer perguntas e a permitir que a curiosidade lhe abra muitas novas portas que estavam antes fechadas pela sua visão estreita e limitada à sua verdade. Com este eixo somos convidados a sair da atitude de superioridade e arrogância para uma de igualdade para com os outros reaprendendo a arte da sociabilização e interação com os outros de igual para igual. Convite para abrir espaço a novas ideias, teorias, visões, discussões, opiniões e aprender a ser mais flexível e humilde ao nível mental e das crenças. É importante reaprender a viver e disfrutar do dia a dia e a relação com o próximo sem estar sempre a analisar e a tentar entender os porquês de tudo. Vem aprender a não se fechar na redoma da sabedoria mas antes aprender a partilhá-la com quem ainda não acedeu a ela de uma maneira simples e humilde com a consciência de que um dia alguém também o fez por si quando ainda não a tinha.

Nodo do Norte em Caranguejo ou Casa 4
Nodo do Sul em Capricórnio ou Casa 10

Aprender a descobrir a força na fragilidade

Memórias de muita rigidez, exagerado sentido prático onde o plano emocional foi e é desvalorizado. Exagerada necessidade de reconhecimento, estas pessoas levam a vida muito a sério, são muito responsáveis, correctas e exigentes consigo e com os outros. Anseiam por sucesso profissional, estatutos elevados e identificam-se bastante com símbolos exteriores de poder e sucesso como roupas de marca, títulos, amizades “certas” e buscam relacionamentos que lhes elevem o estatuto. São ambiciosos e pragmáticos na sua busca de poder e reconhecimento chegando ao ponto de por de lado as suas emoções para atingir os seus fins e objectivos. Podem ser muito orgulhosos e incapazes de pedir ajuda e mostrar fragilidade. Acreditam que o valor pessoal vem apenas do esforço e do trabalho.

Vêm aprender a valorizar o mundo das emoções e o mundo interior. É uma viagem da velhice, do peso, da maturidade para a juventude, a leveza e sensibilidade. Tendência a atrair situações que obriguem a fragilizar, a dar prioridade às pessoas e emoções em vez da matéria, do poder e imagem. Permitir-se errar, brincar, emocionar-se, desistir sem culpa. Aprender a fluir com a vida sem correr atrás de um qualquer objectivo. Caranguejo signo regido pela Lua vem convidar estas pessoas a permitirem-se ser mais sensíveis e femininas. Há um convite para sair do mundo, do social, do reconhecimento publico e encontrar um ninho familiar, confortável que lhes dê a oportunidade de despir a armadura rígida e entrar em contacto com a sua humanidade.

Nodo do Norte em Leão ou Casa 5
Nodo do Sul em Aquário ou Casa 11

Aprender a distinguir-se no meio dos outros

Memórias de pertença, dependência e influência dos outros em relação a si. Dificuldade em estar sozinhos, em acreditar em si, na própria noção da sua identidade e de amor próprio. Gostam e sentem-se confortáveis no meio de grupos, amigos ou de muita gente num posição de igualdade. Ilusões em relação ao conceito de liberdade. Sentem-se muito livres e fortes quando em grupo, mas perdidas ou condicionadas quando estão sozinhas. Aprender sobre o conceito de liberdade interior do que quer ser mais do que a liberdade de fazer o que quer. Excesso de projecção dos seus desejos e anseios no grupo e nos amigos. Forte espírito humanitário e capacidade de aceitar as diferenças dos outros. Extremamente mental e idealista, pode ficar preso a pensamentos e fantasias de amores perfeitos. Tendência a fugir para o exterior, para os outros e para se sentir “encaixado”. Sensação de vazio interior e falta de identidade quando está sozinho.

Vêm aprender a dar prioridade ao seu interior e às suas emoções mais do que à opinião do grupo e do exterior. Desenvolver a capacidade de estar sozinho, de se tornar criativo e de se auto nutrir emocionalmente.
Deve descobrir as suas capacidades criativas e a sua imaginação. Ser um canal de expressão espontânea e livre e desenvolver a capacidade de expressar os seus sentimentos. Aprender a ser mais objectivo e não tão idealista, a gozar mais o momento e não a aspirar um outro mais perfeito. Investir mais no seu interior, na sua sustentação emocional interna, na sua criatividade e capacidade de estar sozinho. Encontrar potenciais e forças escondidas dentro de si. Sair do anonimato e aprender a mostrar-se. Aprender a investir mais em si do que a causas dos outros. Aprender a sentir-se orgulhoso de si próprio e dos seus talentos. Deixar-se brilhar. Memórias de rebeldia, desligamento dos outros, liberdade total, excentricidade e até de anarquia e agora são convidados a lidar com condicionamentos, regras, horários, ordens e disciplina.

Nodo do Norte em Virgem ou Casa 6
Nodo do Sul em Peixes ou Casa 12

Aprender a disciplinar e a materializar o seu mundo interior

Memórias de ausência de limites, extrema sensibilidade, sacrifício pelos outros, servidor do mundo. Tendência à vitimização, martirização e de querer passar despercebido. Falta de limites internos e externos. Muita falta de organização e eficiência. Vivem num mundo muito próprio e fantasioso. Trazem muitos medos e preocupações de vidas passadas por se terem desiludido das suas ilusões de uma Terra perfeita. São extremamente influenciáveis pelo estado de espírito dos outros e dos ambientes. Tendência a se perder a si mesmo e dificuldade em encontrar confiança em si mesmo. Anseio por um ideal de felicidade e por pessoas bonitas que lhes trás algumas desilusões. Escapismo que pode ser feito positivamente através de poesia, musica e meditação ou negativamente através de drogas e álcool. Trás como memória uma confusão emocional e uma falta de confiança que será transformada positivamente através do trabalho, do serviço e da disciplina.

Aprender a desenvolver confiança na vida, ser mais livre e positivo, escolher melhor quem quer ajudar, aceitar melhor a dualidade e evitar o isolamento. Sair da postura de vitima por se dar sem limites. Aprender a por limites e a aceitar cada um como é sem cair na tristeza e no pessimismo devido às más acções dos outros. Quando consegue aceitar as diferentes naturezas, positivas e negativas, dos outros, torna-se um curador e uma das pessoas mais úteis do zodíaco. Aprender a harmonizar o visível com o invisível e que as doenças são desarmonias do corpo com a mente. Confiar nas oportunidades que a vida presente vem trazer sem deixar que as memórias do passado o impeçam ou bloqueiem o seu sucesso. A negatividade que carrega é uma memória e não uma característica. Aprender a ser mais positivo e a confiar mais na vida. É importante desenvolver objectivos e trabalhar para eles, usar mais a cabeça e o sentido pratico e menos o coração.

Texto dos Nodos Lunares redigido em colaboração com a Astróloga Michelle Daya

Mais info em;
http://astrofix.net/category/north-node-south-node-series/#.VZmrkBNVhBc

Partilhe =)

Sobre o autor

1 comentário

Deixa um comentário

*

code