A encruzilhada…

0

De vez em quando lá aparece a encruzilhada….
A dualidade torna-se óbvia…
Duvidas, questões, hesitações, controle, ansiedade… mas
A escolha é obrigatória…

Se já andamos atentos, conscientes das consequências das nossas escolhas, vamos ouvir o coração, olhar os sinais e começar a escolher o caminho menos percorrido ou mesmo novo. A principio é um caminho desconfortável, inseguro, por vezes até assustador, mas a voz do coração irá lembrar que aquelas inseguranças e dúvidas assim como os medos têm que ser vencidos se queremos aceder ao poder do nosso herói interior… Será uma questão de tempo até que a vida nos mostre que tudo valeu a pena.

Se ainda andamos adormecidos, se vivemos apegados à nossa velha imagem que apenas responde à vida pelo instinto de proteção, segurança e sobrevivência, iremos percorrer o mesmo caminho de sempre, criando os mesmos desfechos pesados de sempre para dar origem às mesmas queixas de sempre, mantendo-nos na mesma vibração densa de sempre.

O velho – o novo, o seguro – a aventura, o que sabe bem – o insuportável, o medo – a coragem, falo – não falo, vou – não vou, mudo – não mudo, …..
Todo o ser humano vive permanentemente estes dilemas internos.
A qualidade da nossa energia e consequentemente da nossa vida depende apenas dessas escolhas invisíveis, pessoais, privadas e secretas que vamos fazendo dentro de nós e que depois irão gerar as respectivas consequências. Serão essas consequências que nos irão mostrar se escolhemos bem ou não e se queremos mudar ou não.

O problema do ser humano é ter perdido a noção desta dinâmica.
E quando não temos a consciência desta dinâmica, nem de assumir a responsabilidade pela co-criação dessas consequências, julgamos, culpamos e matamos quem quer que nos esteja a trazer as consequências dessas escolhas…
Nada mais importante então do que vivermos atentos aos dois polos, tanto de emissor como do receptor e lembrarmos que está na nossa mão e na qualidade das nossas escolhas, co-criar a nossa realidade…

– Que qualidade/verdade/valor/coragem/transparência/sabedoria/sensibilidade têm as tuas escolhas actuais?
– Que qualidade tem o que andas a atrair?

Bem hajam!
Vera Luz

Partilhe =)

Sobre o autor

Deixa um comentário

*

code