2017

Este primeiro mês seguido da passagem do ano relembra-nos o poder que cada um tem de se focar nas suas intenções, de trazer ao de cima velhos sonhos e anseios assim como de tomar consciência do que não queremos mais nas nossas vidas.
Mal sabemos nós o poder que se esconde nesses movimentos de energia internos... Se bem orientada, ou seja, se conscientemente usada a nossa energia, seríamos capazes de materializar, fazer acontecer, libertar o velho e fluir com as mudanças essenciais para nos elevarmos a patamares mais abundantes e felizes. Um dia o faremos poderosa e conscientemente.
Até lá vivemos na inconsciência desse poder, só nos lembrando dele na noite de fim de ano ou no nosso aniversário, alimentando e vivendo o resto do tempo num estado de impotência, acreditando que estamos na mão do destino, da sorte e do azar.
Fiquemos então atentos aos dois movimentos energéticos;


- O que chega a nós atraído karmicamente pela nossa energia, fruto de sementes passadas e que nos pede humildade e aceitação.
- O que sai de nós, emanado pela nossa vontade ou anseio da alma, a nova e mais saudável semente karmica que pretendemos plantar.

Foca-te no que queres SER e no que precisas fazer para atingir a tua visão interna de abundância. Trabalha em ti tudo o que não esteja alinhado com essa visão. Pode ser uma velha crença de que não mereces ou que é difícil ou impossível de atingir. Podem ser antigos valores de controle ou perfeccionismo que te foram impostos mas que já não fazem sentido. Podem ser simplesmente as prioridades na tua vida que precisem ser revistas. Importante mesmo é que mantenhas essa imagem interna que só a ti te faz sentido, que acredites nela, que invistas nela até que ela seja real.

Que seja então um ano de coragem, de poder pessoal, de consciência para que vivas atento ao que chega mas responsável pelo que sai. E nesse movimento eterno, que possas ser a mais bela, amorosa e elevada versão de ti mesmo.

Feliz Ano 2017!
Vera Luz

Artigos

Astrologia